As maravilhas e Desafios de Estudos Brasileiro

Quando você estuda algo tão específico como Estudos Brasileiros, muitas vezes recebe um monte de perguntas semelhantes a "Para que você pode usar o seu diploma?" e "Não é difícil conseguir um emprego com um curso limitante?".

Estas são perguntas muito boas, porque no actual clima econômico do mundo, você precisa pensar sobre as oportunidades de trabalho e posições para as quais você está qualificado, com base tanto experiência de trabalho anterior e, mais importante, seu campo alvo e graduação. Os Estudos Brasileiros estão inseridos na área de Humanas, que pode ser um campo desafiador, pois não é comum ver anúncios especificamente para pessoas que são especialistas em algo como o Brasil ou o Japão. Para algumas pessoas, isso pode ser muito assustador. Se você estudar direito, medicina ou psicologia, você e todo mundo já sabe e entende o que você está fazendo com essa graduação. Para pessoas como eu, que escolheram um curso com base na língua, cultura, história e sociedade de uma área específica, você tem duas opções: você pode abraçar a incerteza e compreender a liberdade que vem com a possibilidade de moldar a sua licenciatura na direção que você quiser, ou você se sentir confinado pelas especificidades dela.

Para mim, o meu bacharelado em Estudos Brasileiros me dá a oportunidade de fazer um monte de coisas durante meus 3 anos e meio como uma estudante de graduação. Eu falo em português e inglês, além de dinamarquês cada dia. Eu mergulho em uma cultura incrível que é muito diferente da minha. Eu discuto diferentes pontos de vista sobre diversos temas que caracterizam e moldam o nosso mundo de hoje, não só a partir do caso brasileiro, mas também de um ponto de vista geral, incluindo América Latina e Europa do Norte. Para mim, é surpreendente que possamos debater estes temas sem que, necessariamente, haver um "certo" ou "errado".

Algumas pessoas pensam que se eles visitaram o Brasil ou se eles amam o idioma português, isso será suficiente para classesterem um bom desempenho. Não é. Estudar uma área sócio-geográfica e educar-se para se tornar um especialista é muito diferente de ter vivido nesse local por um ano ou ter viajado por lá e, em seguida, decidir que você ama esse lugar. Isso não quer dizer que a sua paixão não pode ser resultado de uma experiência assim, mas você precisa para concluir seus estudos que isso seja sua prioridade. Deve ser o que você quer passar fazendo nos próximos 3 anos e meio de sua vida, e você precisa dedicar-se totalmente. Pode ser difícil, mas também pode ser incrível. Durante de seu curso de graduação você começa a viajar para Portugal e assistir a palestras surpreendentes com professores e especialistas em todos os aspectos do Brasil. Você começa a aprender ou melhorar o seu Português, uma das línguas mais faladas do mundo. Você começa a ir ao Brasil para um semestre inteiro, imergindo no país para o qual deu o seu coração e seu tempo; e você ainda pode escolher em qual região do Brasil que você quer viver e estudar! Na verdade, existem infinitas possibilidades.


Independentemente de onde você acabar, e o que você acabar fazendo, você terá um conhecimento valioso e experiências do seu tempo como um estudante de Estudos Brasileiros. Algumas pessoas pensam que os cursos como o nosso são fáceis de estudar. Eles estão errados. É desafiador, é difícil, e é preciso muito trabalho. Mas também é uma experiência incrível. Eu acho que se você pode encontrar a motivação dentro de si mesmo para perseverar, você vai achar que os Estudos Brasileiros está cheio de maravilha e oportunidades para moldar suas perspectivas de carreira futura. 

Escrito por Isabella Vestergaard Guldager

Comments

Popular posts from this blog

Exchange student in São Paulo

Life of an exchange student in Bahia

Porto-trip